manuscrito

As fotos abaixo reproduzem as 53 páginas do manuscrito autógrafo da autobiografia de Juan Francisco Manzano, disponível para consulta na Sala Cubana da Biblioteca Nacional José Martí, em Havana.

§ uma resposta para manuscrito

Deixe uma resposta

  • Juan Francisco Manzano, poeta na ilha de Cuba, foi a única pessoa escravizada latinoamericana a escrever uma autobiografia sobre sua experiência no cativeiro.

    A autobiografia do poeta-escravo, de Juan Francisco Manzano

    A autobiografia do poeta-escravo, de Juan Francisco Manzano. Edição, tradução, introdução e notas de Alex Castro. (São Paulo: Editora Hedra, 2015.)

    Autobiografía, de Juan Francisco Manzano

    Autobiografía, de Juan Francisco Manzano. Edición, introducción y notas de Alex Castro. (Matanzas: Ediciones Matanzas, 2015.)